equilibrando pratosEquilibrando pratos

Saúde possível ou equilibrando pratos

“Equilibrando pratos…” e assim terminou a frase do convite para mais uma atividade…”a gente vai equilibrando pratos….”

E foi então que resolvi participar. Faço parte de uma geração que neste momento cuida da prole, mas também cuida da geração que nos antecedeu. E aí são muitas variáveis todos os dias. É justamente por isso achei que seria interessante falar de saúde de verdade.

Saúde ideal fica no plano do inatingível e muita gente fica perdida sem saber como fazer já que chega tarde em casa, não consegue fazer todas as refeições em família nem a menos consegue organizar as refeições da família o as suas somente.

Como se alimentar certinho, sem alimentos superprocessados, evitando tudo que faz mal e ao mesmo tempo, trabalhar fora e em casa, perder tempo precioso no deslocamento do dia a dia, fazer atividade física, cuidar da aparência, do cachorro, do gato, dos estudo dos filhos e dos suas próprias atualizações acadêmicas, boletos, impostos, manter amigos…

É por isso acredito que a nossa colaboração seja tão importante. Somos mulheres que trabalham, com ou sem filhos, com ou sem gerações anteriores para cuidar mais ou menos, com ou sem doenças, mas sobretudo gente que equilibra pratos em multifunções. No hospital publico , no hospital privado, no consultório, no plantão, nos chamados de final de semana…

Especialidades diferentes, vidas que tomaram rumo s diferentes, mas todas com o objetivo de trazer informações de qualidade que sejam viáveis no nosso dia a dia.

Cuidados com a saúde tem que ser suficiente, passando pelo possível de cada um, às vezes se aproximando em alguns pontos do ideal, um equilíbrio dinâmico de artista circense: equilibrando pratos

Deixe uma resposta